7 dicas importantes para quem tem piscina em casa

Tempo de leitura: 6 minutos

Chegou cansado do trabalho? Está com calor? Quer ter um momento só seu? Para resolver todos esses problemas e relaxar, nada melhor do que ter uma piscina em casa. Nela, você pratica exercício, descansa ou simplesmente se refrescar nos dias mais quentes.

Fazer tudo isso no conforto do lar e sem precisar ir a um clube é perfeito, mas sempre é importante se lembrar de que,  assim como todo o restante da sua casa, é preciso ter alguns cuidados com piscina. Pequenos detalhes fazem toda a diferença para preservá-la e garantir que toda a família poderá mergulhar sem correr nenhum risco.

Está preparado para esta tarefa? Conheça alguns cuidados importantes para quem tem piscina em casa!

1 Limpar a área externa é um dos cuidados com piscina

Poeira, pelo de animais, folhas, restos de comida e até papel de bala deixado pelas crianças podem votar para dentro da piscina. Por isso, a manutenção deve começar pela a área externa. É hora de varrer tudo!

Para evitar que algo caia na água, comece varrendo a borda da piscina, afastando a poeira de perto dela.

2 Escove as paredes da piscina em casa

Mesmo tendo o cuidado de evitar que algo caia na água da piscina, é comum que limo ou sujeiras se acumulem nas laterais e no fundo. Por isso, é essencial escovar e limpar essa área.

A escova escolhida dependerá do tipo de revestimento da piscina da sua casa. Se for de pastilhas, as escovas com cerdas de nylon são as mais indicadas. Já no caso de concreto ou azulejo, verifique uma escova que não agrida o material e, ao mesmo tempo, consiga limpá-lo.

Aproveite essa limpeza para observar se não há nenhum problema com o revestimento, que possa precisar de reparo.

3 Tem piscina em casa? Faça da peneira uma aliada

É inevitável! Folhinhas, bichinhos e até pelos de animais podem ir parar dentro d’água, trazidos pelo vento. Por mais cuidado que você tenha, vez ou outra irá encontrar algumas sujeiras dentro da piscina e não poderá deixá-las lá.

É por isso que, um dos principais cuidados com piscina é manter uma limpeza simples e rotineira na água. Para isso, é possível fazer uso de uma peneira apropriada, que tem uma rede com aberturas bem finas, ajudando a retirar até pequenos insetos de dentro da água. Ela também conta com um cabo longo, que permite que mesmo sem entrar na piscina, você consiga tirar qualquer sujeira que tenha caído.

O ideal é fazer isso diariamente e, sempre que notar que algo diferente está na água, tirar o quanto antes. Você deve estar pensando: “E a sujeira que fica no fundo?”. É verdade, ela também precisa ser limpa e com a peneira isso não será possível. Neste caso, é preciso usar o aspirador de piscina.

Há alguns que são manuais, úteis e adequados para ter em casa.  Eles possuem mangueiras flexíveis e completam a ação do filtro da piscina. Com o aspirador, é possível tirar tudo o que ficou acumulado no fundo. Você deve usá-lo sempre que notar que o fundo está sujo ou que está com uma coloração diferente.

A aspiração ficará ainda mais eficaz se antes dela você usar um decantador. O produto, quando colocado na água, faz com que toda poeirinha afunde. Quando isso acontece, fica mais fácil de ser aspirada. A água da piscina da sua casa ficará cristalina novamente!

4 Mantenha o skimmer limpo

Você sabe o que é o skimmer? Se procurar na piscina em casa, provavelmente verá uma “caixinha” retangular, que capta água. No geral, ela está embutida.

Ele ajuda a manter a superfície da piscina limpa, graças ao seu poder de aspiração. Embora não esteja presente em todas as piscinas, ele é muito indicado para manter a higiene.

Para retirar a sujeira, ele tem um coletor acoplado, que retém cabelo, folhas, entre outros, para que eles não voltem para a água. Esse espaço deve ser limpo periodicamente.

5 Limpeza do pré-filtro

Assim como o skimmer, é importante manter o pré-filtro limpo. É nele que ficam retidas as sujeiras da água para impedir que elas cheguem à motobomba da piscina.

Esse procedimento é necessário para garantir que ele continue conseguindo filtrar bem e impedindo que a sujeira acabe danificando peças importantes da motobomba.

6 Tratamento químico merece atenção nos cuidados com piscina

Até agora falamos muito sobre a parte física para manter a piscina em casa em dia. Porém, é importante não se esquecer de cuidar também da parte química, que inclui:

  • Administração do cloro;

  • Controle do pH;

  • Controle de alcalinidade.

Para começar, é preciso saber que o pH ideal da piscina é entre  7,0 e 7,4. Se ele estiver entre 0 a 6,5 ela estará ácida e se estiver entre 7,6 e 14 será considerada básica. Nesses casos, você precisará equilibrar.

Além do pH, há a alcalinidade da água, que verifica a capacidade que existe de manutenção do pH estável, deve ser controlada. O ideal é que a alcalinidade esteja entre  80 e 120 ppm.

A leitura poderá ser feita com kit próprio para isso. O uso da fita teste é fácil e deve ser feito seguindo a recomendação do fabricante, pois muda de acordo com a marca escolhida.

Caso seja encontrada alteração no pH ou na alcalinidade, é preciso fazer uso do elevador ou redutor de pH, também de acordo com o indicado pelo fabricante. A alcalinidade é corrigida com o mesmo elemento.

É importante salientar que manter a alcalinidade e o pH da água nos níveis indicados, evita que a parte mecânica da piscina seja danificada e que as pessoas que a usam sofram com irritação na pele.

7 É hora de tratar do cloro da piscina em casa!

Além de toda a higienização já abordada, há um produto que é aliado na manutenção da higiene da sua piscina: o cloro. Ele elimina os microrganismos e evita que algas se proliferem e mudem a coloração da água.

Há um kit apropriado para você verificar se o cloro está adequado ou e é preciso colocar mais. O resultado considerado adequado é entre 1 e 3 ppm (partes por milhão). Caso esteja abaixo, é preciso fazer a reposição.

Esses são os cuidados mais importantes que você deve ter com a piscina em casa. Quando for fazer essa manutenção, aproveite para observar se há algo ao redor que precise de ajustes.

A grade, por exemplo, é de suma importância para quem tem criança em casa. Verifique se não há falhas nela, pontos de ferrugem ou algo que precise de reparo. Lembre-se também de ver se a tranca do portão está funcionando bem. Isso ajuda a evitar que as crianças abram e acabem tendo acesso à piscina sem a supervisão de um adulto.

Gostou das nossas dicas? Receba outras informações úteis. Assine a nossa newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *